SaporeDiVino

Vinhos de Guarda

Alguns vinhos realmente ficam melhores com o tempo. Eu disse alguns, isso não é uma regra. Esses que melhoram como o tempo são os chamados vinhos de guarda e representam uma pequena parcela dos vinhos produzidos no mundo, menos de 10% do total.

Isso significa que 90% dos vinhos não precisam e não devem ser guardados, e sim, bebidos em no máximo 5 anos após o engarrafamento.

Os vinhos de guarda, por sua vez, mesmo que possam ser consumidos no momento da compra, têm um grande potencial de envelhecimento, e podem ficar ainda melhores com o tempo, por isso, merecem ser guardados.

Mesmo dentro da garrafa, o vinho não está completamente isolado do meio ambiente. Quantidades mínimas de oxigênio passam pela rolha e entram em contato com o líquido. E é essa micro-oxigenação que causa as reações químicas que desenvolvem o vinho de guarda.

Como esse contato com o oxigênio depende de características específicas da cortiça, o consenso diz que as rolhas tradicionais são a melhor opção para a vedação de vinhos de guarda.

Com o tempo, os vinhos de guarda ficam mais delicados, com maciez em seus taninos e sutilidade em seus aromas. O tempo também altera sua aparência, sendo que os brancos ganham cor com o envelhecimento, enquanto os tintos, se tornam mais claros.

Qual é a exata longevidade de cada vinho? Essa é a pergunta que vale um milhão de dólares… A duração de cada vinho varia muito, e ninguém melhor que o próprio produtor, para dar essa resposta.

O certo é que, ao longo do tempo em que permanece engarrafado, o vinho passa por três fases distintas: envelhecimento, quando está evoluindo; apogeu, quando está no seu melhor momento para ser degustado; e declínio, quando já apresenta sinais de degradação.

Assim como tudo na vida, a preferência pela sutileza de vinhos mais maduros ou pela opulência dos vinhos mais jovens, é questão de gosto pessoal. Não existe certo ou errado. Existe vinho. Ainda bem.

Se você gostou do post que tal compartilhar com amigos e familiares. Basta escolher uma das redes sociais: Facebook, Twitter e Google+.

Qualquer dúvida ou sugestão é só DEIXAR SEU COMENTÁRIO aqui embaixo!

Um comentário sobre “Vinhos de Guarda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *